Green Festival...


4ª Edição divulga tendências sustentáveis

O Ano Internacional das Florestas, o Ano Europeu do Voluntariado e a Mobilidade Sustentável são os principais temas deste ano.

Escolas e Universidades com destaque nesta edição.

O Green Festival, reconhecido como o maior evento de sustentabilidade realizado em Portugal, arranca já este mês a sua 4ª edição. De 28 de setembro a 2 de outubro todos os caminhos vão dar ao Centro de Congressos do Estoril e FIARTIL, os quais serão palco de conferências, seminários, workshops e, ainda, pela primeira vez terá um programa direccionado especificamente para Escolas e Universidades.

Sempre a promover iniciativas, produtos e serviços, o Green Festival sensibiliza para as questões ecológicas, de justiça social e desenvolvimento económico sustentável, de forma a partilhar conhecimento e contribuir para a mudança de atitudes e comportamentos do cidadão e das comunidades.

O Ano Internacional das Florestas, o Ano Europeu do Voluntariado e Mobilidade Sustentável são os  temas transversais da 4ª edição do Green Festival, em que a gestão, conservação e desenvolvimento sustentável de todos os tipos de floresta vão estar patentes no evento. Com o intuito de divulgar projectos de voluntariado e promover actividades na área da responsabilidade social, esta edição será à porta aberta para a partilha de experiências.

Ao longo dos cinco dias do festival, os participantes poderão escolher assistir a Conferências Plenários, Seminários e Workshops temáticos, actividades lúdicas e desportivas ou participar nas muitas outras dinâmicas que este Evento oferece. Espectáculos como o “Best of de Raul de Orofino” e “Cientistas de Pé” vão fazer com que a boa disposição chegue a todos.

“Everthing is Connected”, conferência promovida pelo Santander, pretende pôr em debate a importância da cooperação interpessoal, institucional e disciplinar e a complementaridade, tendo como pano de fundo um mundo globalizado onde a interdependência é a palavra de ordem. 

O Fórum da Biodiversidade é um debate onde a biodiversidade é a chave objectiva do município de Cascais e da Agência Cascais Natura, cujo programa deste ano irá incluir um workshop prático sobre bioengenharia promovido pela Associação Portuguesa de Engenharia Natural (APENA). 

Já a Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição (APED) para a sua conferência irá ter como mote o “Consumo Sustentável”.

Três conferências que são o espelho do leque de oferta que o Green Festival disponibiliza para a sua 4ª edição.

Pela primeira vez no Green Festival, em parceria com a Sair da Casca, criou-se um programa específico direccionado ao ensino básico, secundário e universidades. O programa conta com uma grande oferta para os alunos do Ensino Básico, com muitas das organizações presentes no evento a organizar jogos e outro tipo de animações. No que diz respeito às escolas do Ensino Secundário e às Universidades, o objetivo é o de promover a orientação vocacional e a empregabilidade através de um melhor conhecimento das profissões e percursos dentro das organizações.

Para Pedro Norton de Matos, Porta-Voz e Principal Mentor do Green Festival, “educar os mais novos sobre os três pilares da sustentabilidade – ambiental, económico e social – e ajudá–los, de forma prática, a pensar sobre este tema é extremamente importante nos dias de hoje”. E acrescenta “é essencial que todos percebam de que forma podem contribuir para um mundo mais sustentável através de pequenos gestos e acções diárias”.

Encontra-se disponível no site a agenda das diferentes Conferências do “GREENFEST 2011” e todos os interessados deverão inscrever-se em www.greenfestival.pt

Até lá acompanhe todas as novidades em www.greenfestival.pt e no Facebook em http://www.facebook.com/pages/Green-Festival/129492039321

Sobre o Green Festival:
O Green Festival é o maior evento de sustentabilidade do país, celebrando o que de melhor se faz nas três vertentes: social, ambiental e económica.
Com o objectivo de ser uma referência na área do Desenvolvimento Sustentável, o Green Festival sensibiliza e incentiva para a mudança de atitudes e comportamentos da sociedade, no que diz respeito a boas práticas ambientais, de solidariedade e coesão social, através da divulgação de iniciativas, produtos e serviços “verdes”.
Reconhecido como palco de prestígio, onde se cruzam empresas e cidadãos que se preocupam com o futuro. Para as empresas, representa o espaço ideal para divulgarem tendências responsáveis e se estabelecerem parcerias entre stakeholders.