Simulacro





 

 

 

 

 

Curto-circuito num televisor vai ser o mote para a realização do exercício

 

Simulacro de incêndio testa Planos de Emergência do IPO-Porto

 

Sábado, 15 de outubro, pelas 11h00, no Serviço de Internamento do Piso 3, do Edifício de Medicina

 

Dois feridos graves, dois utentes bloqueados pelo fumo e pelo fogo e um utente com alterações comportamentais, são o resultado de um incêndio num quarto de enfermaria do Serviço de Internamento do Piso 3, do Edifício de Medicina. Este é o cenário do 9º simulacro a realizar no IPO-Porto, no próximo dia 15 de outubro, pelas 11h00, envolvendo Agentes de Proteção Civil.

 

Um curto-circuito num televisor, provocado pelo sobreaquecimento do aparelho, vai ser a fonte causadora do incêndio que vai permitir ao IPO-Porto, Batalhão de Sapadores Bombeiros do Porto, PSP e INEM testarem os Planos de Emergência Interno (PEI) e Específico do Serviço (PES) da Instituição, bem como a coordenação de todos os intervenientes internos e externos.

 

O exercício de simulacro vai implicar a evacuação de alguns locais do Edifício de Medicina, devido ao agravar da situação pela dispersão do fumo, bem como a ativação do Suporte Avançado de Vida – Equipa de Reanimação Intra Hospitalar, devido a uma paragem cardiorrespiratória de um dos feridos.

 

O relatório final com as conclusões e proposta de melhoramento, vai ser elaborado pelo consultor e delegada de segurança, e remetido à coordenadora da emergência para apreciação e posterior despacho do Presidente do Conselho de Administração do IPO-Porto.

 

 

 

Mensagem escrita ao abrigo do novo acordo ortográfico