Acção de sensibilização e rastreios em Baião

Acção de sensibilização e rastreios
 
"A Sorrir de Norte a Sul" em Baião
HOJE, dia 20 de Janeiro, a partir das 14h00, 
no Auditório Municipal de Baião

Baião é o terceiro município a acolher a iniciativa "A Sorrir de Norte a Sul", um projecto desenvolvido pela ONG Mundo a Sorrir que envolve várias acções de prevenção, informação e sensibilização. O projecto começou em Novembro, no concelho de Mirandela. Seguiu-se Mogadouro e agora Baião que desenvolve já amanhã, dia 20 de Janeiro, a partir das 14h00, no Auditório Municipal, uma acção de sensibilização para crianças seguida de rastreios. A iniciativa conta com a colaboração do Centro de Saúde de Baião e dos Médicos Dentistas locais.

O projecto "A Sorrir de Norte a Sul" terá a duração de cerca de um mês, portanto, várias campanhas e acções de prevenção e sensibilização vão ser implementadas no concelho de Baião durante o mês de Janeiro e Fevereiro.

O projecto "A Sorrir de Norte a Sul", que conta com o apoio do Alto-Comissariado da Saúde, visa a realização de Campanhas de Saúde Oral em nove municípios do interior de Portugal, durante o período de nove meses, envolvendo 1800 crianças, adolescentes e idosos. Este projecto de promoção de Saúde Oral desenvolvido pela Organização Não Governamental Mundo a Sorrir teve início no dia 5 de Novembro. Durante cerca de um mês, várias iniciativas de prevenção e sensibilização para a saúde oral serão implementadas junto das escolas, infantários, empresas, entre outras entidades de relevância comunitária dos municípios, com o objectivo de reduzir a incidência e a prevalência das doenças orais nas crianças e adolescentes e melhorar conhecimentos e comportamentos sobre saúde oral.

Focando os dois principais grupos-alvo deste projecto (crianças 6-12 anos e adultos maiores de 65 anos), pretende-se observar e analisar o estado, evolução e deterioração da situação de Saúde Oral no interior de Portugal. Nestas zonas do país, a população adulta pertence ao grupo de portugueses com maior índice de perda dentária e com poucos recursos e interesse pela reabilitação oral. Assim, com este projecto pretende-se demonstrar aos mais jovens que a aposta na Saúde Oral é também uma aposta no bem-estar geral de cada um. O objectivo é evitar que os jovens assumam como exemplo o estado actual da saúde oral de grande parte da população adulta com idade superior a 65 anos.

Este projecto pretende ainda apelar aos obstáculos e dificuldades inerentes ao interior do país que originam, muitas vezes, problemas demográficos e sociológicos que se apresentam já difíceis de contrariar.

O município que acolhe o "mês da Saúde Oral" recebe um objecto de arte que simboliza um mês de dedicação a esta temática. No final do projecto, o objecto será oferecido ao município que mais se empenhar na promoção da Saúde Oral.

A Mundo a Sorrir (MAS) é uma organização sem fins lucrativos que actua no campo da Saúde Oral. O objectivo é promover o bem-estar nas comunidades mais desfavorecidas e, simultaneamente, fazer chegar informação e cuidados básicos a populações e famílias com menos acesso a este tipo de conhecimento para que a Saúde Oral passe a ser um direito universal e acessível a todos. Esta ONG, que começou com 12 voluntários e hoje integra cerca de 500, já realizou mais de 25 mil rastreios e 7 mil consultas através de projectos nacionais e internacionais, nomeadamente na Guiné-Bissau e em Cabo Verde.