Seminários do Gil

Seminários do Gil 
Relações + fortes | Vidas + Saudáveis
Com os Seminários do Gil queremos partilhar consigo conhecimento e ferramentas que lhe permitam entender, comunicar e cuidar melhor das crianças. Elas são o nosso futuro e a nossa paixão no presente, e é por isso que há mais de 12 anos nos dedicamos em exclusivo a apoiar a infância, tanto clínica como socialmente, tentando assegurar uma maior qualidade quer das crianças quer das suas famílias. 
É com base na nossa experiência diária que criámos um conjunto de seminários que pretendem abordar temas chave da vida da criança tais como a psicologia, nutrição, primeiros socorros e comunicação.   
O PRIMEIRO SEMINÁRIO REALIZA-SE JÁ DIA 25 DE FEVEREIRO no auditório do Pavilhão do Conhecimento de Lisboa - este será o primeiro de três liderados por profissionais dispostos a responder a muitas das perguntas de pais, cuidadores ou educadores.
Para quem quer participar mas não tem onde deixar, as suas crianças a equipa educativa do Pavilhão do Conhecimento preparou uma TARDE CIENTÍFICA GRATUITA para os mais pequeninos enquanto os adultos participam no evento. Por isso não há desculpa!
Do programa do primeiro seminário constam as seguintes sessões:
  1. Laboratório de contos e histórias – Formador Bruno Batista (90 min)
  2. Psicologia infantil – Professor Eduardo de Sá (60 min)
  3. Kit de primeiros socorros infantis – Enfermeiro Mário Duque (45 min)
  4. Mesa redonda final para discussão aberta (30 min)
Com esta iniciativa pretendemos partilhar com a sociedade civil conhecimento enquanto angariamos fundos para:
  1. assegurar durante 2012 a realização do projeto social Dia do Gil (apoio a crianças hospitalizadas) em pelo menos três núcleos pediátricos em Portugal;
  2. cobrir os custos associados à realização de cada um destes seminários.
Precisamos de 4.715 € por seminário para garantir a realização do Dia do Gil (custo médio anual de 4.100€/ano por núcleo) e a organização de cada evento (custo médio de 600€/evento).
Queremos partilhar com todos o melhor que fazemos e continuar a levar sorrisos às pediatrias portuguesas.
O seu apoio é-nos vital para mantermos viva a nossa missão social. Ajude este projeto e ajude-nos a ajudar cada vez mais crianças. Afinal de contas, relações mais fortes traduzem-se em vidas mais saudáveis!
Contamos consigo!

Acerca de Fundação do Gil

Sobre a Fundação do Gil
A Fundação do Gil é uma instituição independente que se dedica em exclusivo à reinserção de crianças, e jovens, que se encontram hospitalizados por razões eminentemente sociais.
Para o efeito lançou três projetos pioneiros – Dia do Gil, Casa do Gil e Unidades de Móveis de Apoio ao Domicílio – que permitiram levar a apoio clínico, social e emocional a mais de 50 000 crianças desde 1999.
Para assegurar os recursos financeiros necessários para manter a totalidade dos seus projetos, a Fundação do Gil recorre a mecenato, patrocínios e desenvolve iniciativas próprias com o intuito de gerar receitas.
Para saber mais sobre toda a ação social da nossa instituição consulte www.fundacaodogil.pt
Sobre o Dia do Gil
O Dia do Gil foi o primeiro projeto social desenvolvido pela Fundação do Gil. Funciona todos os dias em 28 hospitais de todo o país (continente e ilhas), tocando mais de 8000 crianças/ ano. Trata-se de um programa de estímulos emocionais que promove o regresso à vida real de crianças hospitalizadas. Através da linguagem infantil, criámos a Hora do Conto (contadores de histórias), a Hora da Música (ateliers com músicos e muita criação espontânea) e a Hora da Descoberta (maletas pedagógicas de museus, animação teatral, ateliers de profissões, etc.), que semanalmente visitam e animam estas crianças. Este projeto envolve cerca de 30 profissionais e uma centena de voluntários que garantem a realização destas sessões nos hospitais portugueses. Trata-se de uma iniciativa complexa do ponto de vista logístico  - coordenação dos vários intervenientes – mas os resultados positivos no bem estar das crianças hospitalizadas têm demonstrado que o esforço vale bem a pena. Prova disso tem sido o reconhecimento das administrações dos diferentes núcleos pediátricos onde o projeto decorre.