CHUC | Coimbra concentra atividades do Dia Mundial da Anestesiologia || 16 Out


INFORMAÇÃO DE AGENDA
16 de Outubro | Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra

Coimbra concentra atividades do Dia Mundial da Anestesiologia

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra vai acolher as iniciativas promovidas pela Sociedade Portuguesa de Anestesiologia para assinalar o Dia Mundial da Anestesiologia 2012, que se comemora a 16 de outubro.

Entre as várias ações previstas, destaque para a conferência temática presida por José Martins Nunes, Presidente do Conselho de Administração dos CHUC e por Lucindo Ormonde, presidente da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia, na qual serão abordados os temas "Direitos dos cidadãos ao tratamento da dor" e " Direito a uma anestesia segura para todos". Seguir-se-á apresentação, em Conferência de Imprensa, da Declaração de Coimbra, documento que define as grandes linhas estratégicas da Anestesiologia Portuguesa, debatido e aprovado pela generalidade dos diretores de Serviço de Anestesiologia do país.

Para esclarecer dúvidas e mitos associados a esta prática clínica, crianças do Colégio Bissaya Barreto de Coimbra vão ter oportunidade de visitar o bloco operatório do Hospital Pediátrico e participar na simulação de uma anestesia.

No nosso país, mais de 450 mil pessoas são submetidas por ano a uma cirurgia. Um ato médico em que a anestesiologia desempenha um papel fundamental, no sentido de assegurar o bem-estar e a segurança dos doentes no decurso de cada intervenção.

Esta especialidade evoluiu profundamente desde que a primeira anestesia foi aplicada, em 1846, em Boston. Os médicos anestesistas são peritos nas áreas da Medicina Perioperatória, Medicina Intensiva, Medicina da Dor e Medicina de Emergência, desenvolvendo a sua atividade ao nível do Bloco Operatório, Cuidados Intensivos, Unidades de Dor Aguda e Crónica, e em equipas de Trauma e Emergência Médica, intra e extra-hospitalar.

Destaques

Tryp Coimbra Hotel—Meliá
10h00 – Conferência Temática

Direito a uma anestesia segura para todos
Prof. Doutor André Dias Pereira
Direitos dos cidadãos ao tratamento da Dor
Padre Doutor Victor Coutinho
Moderadores: Dr. Martins Nunes, Dr. Lucindo Ormonde

11h00 - Apresentação da "Declaração de Coimbra"
Conferência de Imprensa

Bloco Operatório do Hospital Pediátrico – CHUC
12h00 Um dia no Hospital Pediátrico

(Programa Completo em Anexo)


História da Anestesiologia
O aparecimento do gás hilariante – protóxido de azoto –, inicialmente utilizado em feiras para provocar diversão pelo riso, suscitou o interesse da comunidade científica. Em 1844, o Dr. Horace Wells fez uma demonstração da utilização deste gás numa extracção dentária. Em 1842, o Dr. Crawford Long utilizava outro gás – o éter – para realizar a primeira cirurgia sem dor.
Porém, o momento marcante dá-se em 1846, quando William Morton, perante o espanto geral de uma comunidade médica reputada, no Massachusetts General Hospital, faz uma anestesia com éter.
Algumas décadas mais tarde, em 1888, Wallace C. Abbott, médico e fundador de uma reputada farmácia, desenvolve os designados Dosimetric Granules que permitem dosear de forma precisa a quantidade de fármaco a utilizar, descoberta inovadora que modifica a Medicina.
A nova ciência começa a difundir-se pelo mundo, mas é após a II Grande Guerra que se inicia a era moderna da anestesia e se dá o seu grande avanço, sendo especialmente marcantes as duas últimas décadas.