O que é a Medicina Preventiva Personalizada?

Revista Saúde Hoje
Entrevista com Dra. Carla Aquino
Especialista em Anti-Aging do Grupo Labco

Questões:
1.       O que é a Medicina Preventiva Personalizada?
Dra Carla Aquino: A Medicina Preventiva Personalizada (MPP), também conhecida por Anti-Aging é uma abordagem preventiva, personalizada, no sentido de ganharmos consciência sobre como diariamente podemos melhorar o nosso bem-estar e optimizar o funcionamento físico e mental do nosso organismo ao longo do tempo.

Através de uma avaliação global, multidisciplinar, observamos as funções nutricionais e funcionais das nossas células, dos nossos órgãos, diagnosticamos e depois actuamos na optimização do nosso bem-estar.
Esta optimização pode surgir através de um plano alimentar, de suplementação personalizada, alteração de estilos de vida acompanhados pela dose e pela actividade física correcta e indicada para o indivíduo.

2.       De que forma as pessoas saudáveis podem aplicar este conceito inovador nas suas vidas?
Dra Carla Aquino: As pessoas saudáveis devem incorporar este conceito na sua vida diariamente, ganhando consciência corporal e prevenindo. Não falamos apenas de análises clínicas de rotina, falamos de análises que vão em busca da causa dos sintomas que sentimos e que por vezes já nem ligamos, porque assumimos como estados recorrentes na nossa saúde. Falo de cansaço físico e mental, falta de energia, dificuldade de concentração, perda de memória, dores dispersas pelo corpo, entre outros.

3.       Quem e quando foi inventado este método?
Dra Carla Aquino: A MPP passou a ser mais relevante com o aumento da esperança de vida no último século, em que passámos de 45 anos no início do século para 85 anos nesta última geração.
Há uma vontade em retardar a idade biológica em relação à idade cronológica. Enquanto sociedade, queremos envelhecer com saúde e sentirmo-nos bem ao longo dos anos.

4.       Existe alguma restrição para pessoas doentes? Que tipos de doenças e quais as restrições?
Dra Carla Aquino: Não existem restrições. Todas as pessoas podem beneficiar de um plano de MPP que pode ser aplicado como complemento ou em simultâneo a outros tratamentos. A MPP potencia os resultados de tratamentos definidos, podendo retardar ou minimizar os sintomas associados a determinada patologia.

Através da MPP procura-se acima de tudo prevenir, e na presença de determinados sintomas, identificar as causas. A actuação na correcção dos desequilíbrios encontrados deve ocorrer ao nível mais básico do nosso organismo que é ao nível celular.
Como em qualquer avaliação clínica, todas as pessoas devem ser sempre acompanhadas pelo seu médico.

5.       Qual é o diário de alimentação ideal para obter melhores resultados com o Anti-aging?
Dra Carla Aquino: O Anti-agingou a MPP, como o nome indica é focada no indivíduo. O que se adequa a uma pessoa pode estar totalmente desajustada a outra e por isso, não podemos falar em alimentação ideal para a obtenção dos melhores resultados. Cada pessoa é única nas suas necessidades e naquele período.

6.       É possível curar algum tipo de doença com este método?
Dra Carla Aquino: Esta abordagem multidisciplinar vem trazer uma optimização do nosso funcionamento celular e por isso traz benefícios imediatos na melhoria do nosso bem-estar.
Muitos sintomas, após uma abordagem MPP podem desaparecer ou diminuir como por exemplo as hipersensibilidades alimentares.

As hipersensibilidades alimentares provocam um excesso de inflamação no organismo. Após identificação e correcção dos desequilíbrios encontrados, através de um plano alimentar personalizado, os sintomas tendem a desaparecer. Por vezes basta uma semana para se começar a sentir uma melhoria significativa na saúde e bem-estar do indivíduo.

Nas doenças auto-imunes existe uma melhoria significativa ao nível da sintomatologia, mas como falamos de uma doença auto-imune com fundo genético, não se cura, mas pode-se controlar.

7.       Pessoas com excesso de peso podem beneficiar deste tratamento?
Dra Carla Aquino: Sem dúvida, já que esta abordagem permite uma correcção simultânea dos excessos e das carências nutricionais e funcionais de cada um. Através de um plano alimentar, uma correcta suplementação e um plano de treinos adequado a cada individuo, pode-se eliminar o excesso de peso.

8.       Existe algum tipo de consultório ou consultas de Anti-aging?
Dra Carla Aquino: Existem Médicos e Clínicas em Portugal cuja abordagem está totalmente vocacionada para a Medicina Preventiva Personalizada ou Anti-Aging.

9.       Qual a percentagem de europeus que utilizam este tratamento?
Dra Carla Aquino: Não dispomos desses dados, mas pela nossa experiência em Portugal, nos últimos 5 anos tem-se sentido um crescimento acentuado na procura da MPP. Cada vez mais vivemos mais anos e queremos envelhecer com saúde e prolongar o nosso bem-estar ao longo do tempo.
Preocupamo-nos cada vez mais com a prevenção e estamos cada vez mais à alerta para os sintomas já que enquanto sociedade, estamos mais informados e temos uma maior consciência corporal.

Em Portugal, qual é a maior dúvida que as pessoas têm com relação ao método?
Dra Carla Aquino: As dúvidas surgem por norma no conceito. A MPP por vezes é confundida com tratamentos de estética, com intervenções feitas ao nível da pele.
Na MPP, a abordagem vai para além da pele, já que tratamos de dentro para fora. Tratamos ao nível da célula, optimizando o seu funcionamento e essa acção acaba por se reflectir na nossa pele.


As intervenções estéticas e a MPP são complementares e potenciam-se. A MPP actua ao nível da redução dos agentes que provocam um envelhecimento precoce, por exemplo, dos radicais livres, e ao mesmo tempo garante que existe matéria-prima necessária para um bom resultado da intervenção estética, por exemplo, para a produção de colagénio.