SER+ distribui material preventivo nas praias de Cascais durante a época balnear



Campanha inédita alerta para a prevenção do VIH

SER+ distribui material preventivo nas praias de Cascais durante a época balnear


Arranca na próxima segunda-feira, 21 de Julho, uma campanha inédita de prevenção e sensibilização para o VIH nas praias do concelho de Cascais, levada a cabo pelo grupo de Mulheres Ativistas com Intervenção na Sociedade (M.A.I.S.) promovido e apoiado pela SER+, Associação Portuguesa para a Prevenção e Desafio à SIDA.

A ação tem início junto à Piscina Oceânica de Cascais, onde permanecerá entre os dias 21 e 27 de Julho, das 15h às 19h. O quiosque instalado junto ao posto Maré Viva terá preservativos masculinos e femininos gratuitos e material informativo sobre o VIH. A acção vai percorrer mais cinco locais até ao dia 31 de Agosto.

"O Verão é, geralmente, a época do ano em que se adotam comportamentos mais impulsivos, por isso, o nosso objetivo é alertar a população para as consequências desses mesmos comportamentos, informando sobre os métodos de prevenção do VIH e os fatores de risco", refere Andreia Pinto Ferreira, coordenadora da SER+.

E acrescenta: "Queremos sobretudo informar as pessoas, principalmente os jovens, porque o maior conhecimento sobre o VIH é fundamental para a prevenção, para desmistificar a doença e evitar o estigma e o preconceito associados".

Esta iniciativa resulta de uma parceria com o Programa Maré Viva, Geração C da Câmara Municipal de Cascais.



Calendarização da campanha:

Piscina Oceânica de Cascais: 21/07 a 27/07;

Carcavelos (Avenida Jorge V): 28/07 a 03/08;

Praia do Tamariz: 04/08 a 10/08;

Praia da Parede: 11/08 a 17/08;

Praia de São Pedro do Estoril: 18/08 a 24/08;

Carcavelos (Campos de Futebol): 25/08 a 31/08



Sabia…

·         Que dos 34 milhões de adultos que vivem com o VIH, em todo o mundo, metade são mulheres?


·         Que em Portugal, 26.4% dos 41 035 casos notificados, são mulheres?


·         Que numa relação sexual, por razões biológicas, as mulheres incorrem, duas vezes mais do que os homens, num risco de se infetarem?


·         Que as mulheres objeto de violência sexual estão no topo da vulnerabilidade à infeção devido à falta da utilização de preservativos e aos traumatismos das violações?


·         Que o preservativo feminino é o único instrumento atualmente existente que pode, se usado de forma correta, ajudar a mulher a proteger-se da infeção apesar de a sua utilização implicar algum nível de cooperação por parte do homem?



Sobre a SER+

A SER+, Associação Portuguesa para a Prevenção e Desafio à SIDA, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social fundada em 1997. É uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, que pretende promover respostas integradas que envolvam e capacitem as populações mais vulneráveis à infeção, em conjunto com todas as partes interessadas, nomeadamente com as pessoas que vivem com o VIH, e tendo em conta as orientações nacionais e internacionais. Que Portugal seja um país que respeite os direitos humanos das pessoas que vivem com o VIH, garantindo o acesso à prevenção, tratamento, apoio e cuidados de saúde é a visão da SER+.



Mais informação em www.sermais.pt