Fibrilhação auricular é responsável por 32% dos Acidentes Vasculares Cerebrais

"A fibrilhação auricular, doença que afeta 200 mil portugueses, é responsável por 1 em cada 3 Acidentes Vasculares Cerebrais (AVCs), representando um risco maior do que fumar, ter diabetes ou não fazer exercício físico", alerta Carlos Morais, presidente da Associação Bate Bate Coração.

O AVC relacionado com a fibrilhação auricular é o mais debilitante, tendo um risco de morte duas vezes superior comparado com os não relacionados.
"Estes números são preocupantes e mostram a necessidade de desenvolvermos estratégias imediatas que permitam um maior conhecimento sobre a fibrilhação auricular, com enfoque na prevenção e diagnóstico precoce, o que irá contribuir para a redução da enorme carga económica resultante dos AVCs associados a esta doença", explica Carlos Morais.
As pessoas que sofrem de fibrilhação auricular têm um risco aumentado de vir a sofrer de AVC. No entanto, a toma de medicamentos anticoagulantes orais, recentemente comparticipados em Portugal, pode diminuir em cerca de 60% esse risco.

O AVC, principal causa de morte em Portugal, ocorre quando um coágulo entope um vaso sanguíneo no cérebro impedindo a passagem de sangue e consequentemente de oxigénio, comprometendo áreas do cérebro que controlam faculdades como movimentos, a fala, entre outras.  As doenças vasculares cerebrais são a principal causa de morte e a 3ª principal causa de morte prematura em Portugal.

A fibrilhação auricular é a perturbação do ritmo cardíaco crónica mais frequente, afetando aproximadamente 6 milhões de pessoas na Europa, 8 milhões na China e 2,6 milhões nos Estados Unidos da América. Em Portugal existem cerca de 200.000 doentes com fibrilhação auricular e em risco de sofrer um AVC se não forem diagnosticados e corretamente tratados.

Para mais informações sobre a Associação Bate Bate Coração consulte o website www.batebatecoracao.pt ou facebook https://www.facebook.com/paginabatebatecoracao



Sem comentários:

Download do Livro Alimentação Inteligente